Aska | Boas de Garfo
Chashu Tonkotsu (R$17), com carne suína, legumes, bambu, nori e ovo - pedimos naruto como um extra!

Aska

Junto com o frio, veio a vontade de comer lámen. Uma vontade tão forte, que nos fez ir até a Liberdade e esperar na calçada no frio até ter uma mesa disponível. Mas chega de drama, nós já sabíamos que o Aska era assim. É conhecido como um dos melhores restaurantes tradicionais para se comer lámen na cidade de São Paulo. Chegando lá, nós demos de cara com uma fachada simples, povoada de gente. Na hora percebemos que a maioria das pessoas lá eram clientes fiéis, que já conheciam como a casa funcionava.

Fachada do Aska (Fonte: Dicas São Paulo)

Fachada do Aska (Fonte: Dicas São Paulo)

Para quem não conhece, sem problemas: tem um cardápio que também serve como um manual de regras. Chega até a ser cômico por ser tão direto! Como o salão é pequeno, não tem essa de chegar antes e segurar mesa para um grupo de pessoas – todos tem que estar lá, pedir rapidamente, comer e VAZAR. Basicamente, é isso! Haha. Mas não se preocupem, pois os garçons não te apressam – é uma regra comum que todos que frequentam lá já sabem e por isso é respeitada sem problemas!

As regras do Aska (Fonte: Cru e Cozido)

As regras do Aska (Fonte: Cru e Cozido). Para quem não sabe, Kaedama é refill de macarrão.

O Aska conta com um balcão comprido, com vista para a cozinha, além de algumas mesas ao redor deste. Se você estiver em um grupo de 2 ou 3 pessoas, existe grande chance de você dividir uma mesa com pessoas desconhecidas. Mas gente, vale a pena, o lámen é bom demais.

Balcão do salão do Aska (Fonte: Gannet36)

Balcão do salão do Aska (Fonte: Gannet36)

Vamos então falar do que interessa…

O cardápio é dividido por tipos de lámen. Para simplificar, existem 03 tipos de caldos: Shiô (caldo sem adição de nada mais além do sal, de cor clarinha e sabor leve), Shoyu (com molho de soja e cor de shoyu, mais escurinho. É um pouco mais encorpado que o Shiô e é bem saboroso) e Missô (feito com pasta fermentada de soja, de cor mais opaca meio amarelo-acizentado. Esse é o caldo mais denso com sabor mais encorpado). Aí você pode escolher se quer só vegetais, carne bovina, carne suína (Chashu é lombo de porco especialmente preparado) e extras como ovo e mais outras coisas.

Tem negui (cebolinha), wakame (alga marinha), nori (a mesma alga do sushi), takenoko (broto de bambu), naruto ou narutomaki (pasta de peixe prensada – parece estranho mas é muito gostoso!), ovo marmorizado e por aí vai!

Pedimos o Chashu Tonkotsu (R$17), um dos lámens mais famosos da casa. Optamos pelo caldo de Missô, e veio bastante legumes, além da carne de porco que estava macia e suculenta.

Chashu Tonkotsu (R$17), com carne suína, legumes, bambu, nori e ovo - pedimos naruto como um extra!

Chashu Tonkotsu (R$17), com carne suína, legumes, bambu, nori e ovo – pedimos naruto para complementar esse balde delicioso!

Também pedimos o Shoyu Lamen, com caldo se Shoyu (duh!), carne bovina, wakame, naruto, bamboo e nori (R$15). Amamos os dois caldos. Fica difícil parar de tomar e acabamos nos lambuzando bastante, além de fazer um baita barulho na hora de sugar o macarrão! As carnes são tenras e servidas em fatias finas que se desfazem ao toque. O macarrão é fininho e delicioso – dependendo do dia tem até a opção de repetir o macarrão por um custo de R$2 – esse “refill” se chama Kaedama.

Shoyu Lamen (R$15) - carne bovina, wakame, naruto, bambu e nori.

Shoyu Lamen (R$15) – carne bovina, wakame, naruto, bambu e nori.

Ah, de entrada também existem dois tipos de guioza, o guioza Aska (carne com cebola) e o guioza Yasai (carne com legumes). Optamos pelo guioza yasai e AMAMOS. Estava tudo perfeito e bem equilibrado, desde a massa na textura perfeita, ao recheio bem temperado. Não sabemos o que eles fazem mas fica crocante na parte de fora, coisa de outro mundo! A porção de 6 unidades custa R$11.

Guioza Yasai (R$11, 6 unidades), recheado com carne de porco e legumes.

Guioza Yasai (R$11, 6 unidades), recheado com carne de porco e legumes.

Além da comida ser ótima, os preços são fantásticos. É até difícil de acreditar que um bowl gigantesco chega a custar somente R$17. Muito justo! Você sai de lá pra lá de satisfeito, feliz e ainda sem sentir que foi assaltado. Para vocês terem uma noção, estávamos em 3 pessoas e gastamos R$72, incluindo entrada, pratos, bebida (não-alcóolica) e serviço!

Super recomendamos o Aska para qualquer pessoa que goste ou queira experimentar lámen. O ambiente é simples e a maioria das vezes tem uma filinha chata, mas a experiência como um todo vale a pena.

Pretendemos voltar e degustar mais lámens! Mas prestem atenção aos horários de funcionamento abaixo pois a casa fecha cedo!

ASKA

Endereço: R. Galvão Bueno, 466 – Liberdade, São Paulo
Telefone: (11) 3277-9682
Horários de funcionamento: De terça a domingo 11h – 14h e também 18h – 21h /Segunda fechado

CUSTO: É um dos lugares mais baratos que fomos nos últimos tempos! Lámens variam entre R$15 e R$18 – tudo depende do tipo, tamanho e se quiser colocar umas coisitas a mais. As entradas (porção de 6 unidades de guiozas) são R$11. Justíssimo!
AMBIENTE: Simples e pequeno, mas muito simpático.
SERVIÇO: Rápido, direto ao ponto, mas sem ser grosseiro.
BOM PARA: Ir com poucas pessoas almoçar ou jantar.

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

.