Dicas de Estocolmo – Suécia | Boas de Garfo
IMG_2201

Dicas de Estocolmo – Suécia

Conhecemos a Escandinávia pela primeira vez agora no final de julho. Nosso primeiro destino: Estocolmo, na Suécia! Decidimos conhecer lá durante o verão, para não sofrer tanto, mas mesmo assim estava friozinho, entre 15-18 graus durante o dia. Decidimos fazer um post com informações sobre os distritos diversos, os restaurantes/cafés que conhecemos e outros detalhes úteis que é sempre valido compartilhar! Espero que vocês gostem!

Mapa de Estocolmo (Fonte: Elle Decor)

Mapa de Estocolmo (Fonte: Elle Decor)

DISTRITOS:

GAMLA STAN (OLD TOWN): Gamla Stan é a parte mais antiga de Estocolmo – vale a pena explorar as ruas estreitas, os becos, os palácios e monumentos escondidos, muitos deles originais do século XII. A atmosfera de lá é única com um quê medieval. Por isso,, acaba sendo também a parte mais turística da cidade. Vale muito a pena passar uma manhã por lá e tentar ver a troca da guarda que geralmente ocorre ao meio-dia.

Um guardinha sueco que cliquei perto do Palácio Real

Um guardinha sueco que cliquei perto do Palácio Real

Ao lado se encontra o Palácio Real da Família Real Sueca – existe um museu mas não entramos. Outro ponto central de Gamla Stan é a Stortorget, praça simpática com prédios coloridos que hoje em dia abriga vários restaurantes e cafés charmosos. Mas nem sempre foi assim: a praça é conhecida por ter sido o local onde o Rei Cristiano II da Dinamarca massacrou dezenas de suecos durante o Banho de Sangue de Estocolmo. Nessa mesma praça se encontra o museu Nobel.

Gamla Stan (Fonte: Planetware)

Gamla Stan (Fonte: Planetware)

Praça Stotorget (Fonte: Trazee)

Praça Stotorget (Fonte: Trazee)

O restaurante mais antigo de Estocolmo chama Den Gyldene Freden e funciona desde 1722! O interior do restaurante permanece igual desde essa época. Vale pedir o prato típico sueco, as almondegas acompanhadas por purê de batatas e lingonberries (uma espécie de amora). Parece ser uma experiência legal mas um pouco careta e talvez um pouco turístico.

Outro lugar mais descoladinho é o The Flying Elk, um gastropub comandado pelo chef Bjorn Frantzén. O ambiente é descontraído mas não bobeie – o lugar faz fila a partir das 18h! Os comes e bebes são igualmente deliciosos! Na mesma rua (Malatorget) tem um bar chamado Gaston Wine Bar que é uma graça e serve além de vinhos, drinks deliciosos! E é possível pedir comidinhas do Flying Elk que é vizinho da casa! Fica a dica, caso lá estiver cheio!

Drinks no Gaston Wine Bar

Drinks no Gaston Wine Bar

NORRMALM: é o distrito central de Estocolmo. Lá se encontra a Estacão Central, vários prédios comerciais, museus (Museu de Arte Moderna), lojas de departamento (NK e Gallerian), e a famosa praça Sergels Torg. Existem muitos hotéis pela região por ser muito bem localizado e perto de tudo. A parte mais pra cima do distrito é considerada mais residencial.

Praça Sergels Torg (Fonte: DN)

Praça Sergels Torg (Fonte: DN)

ÖSTERMALM: esse é o distrito mais chique de Estocolmo. Lá se encontra as lojas de marca e os restaurantes mais chiques, além de baladas. Mas ao mesmo também, Ostermalm é considerado um bairro residencial. O nosso hotel ficava nesse bairro, e o consideramos super central e pertinho de tudo, até por que tinha um metrô e um ponto de bicicleta do lado! Para quem quiser saber mais informações sobre o nosso hotel, ele se chama The Story.

SÖDERMALM: o bairro hipster da cidade, considerado SoHo de lá. Lá tem vários restaurantesm cafés, lojinhas, parques e praças. É apaixonante! vale muito a pena passar uma tarde passeando por lá! Vi um guia legal que tem muitas dicas de lojas/restaurantes de lá aqui. 

DJURGARDEN: A ilha de Djurgården já serviu como campo de caça dos reis suecos mas hoje em dia é conhecida como a ilha de museus! Lá é onde estão as maiores atrações da cidade: o Museu Vasa (do navio de guerra sueco que naufragou – que atrai mais visitantes do que qualquer outro museu da Escandinávia), o parque de diversões Gröna Lund, Skansen (o museu ao ar livre de tradições suecas), Junibacken (o mundo criado pela autora Astrid Lindgren, a que criou a personagem Píppi Meialonga), entre outros. Além disso, é a ilha mais verde de Estocolmo, então vale a pena pegar a bike e passar por lá. Existem alguns cafés e restaurantes, inclusive o Oaxen Slip (que falamos mais abaixo) e o Ulla Windblah que é mais tradicional e para o almoço.

Djurgården (Fonte: Wikipedia)

Djurgården (Fonte: Wikipedia)

INFORMAÇÕES ÚTEIS:

Como chegar do aeroporto para a cidade e vice-versa:

Pegar o Arlanda Express, um trem sustentável que leva apenas 20 minutos, tem ar condicionado e wi-fi, e durante o verão oferece uma promoção de 2 tickets por 300 SEK (cerca de 30 euros). Fora do verão, um ticket custa 30 euros.

Arlanda Express (Fonte: KTH)

Arlanda Express (Fonte: KTH)

Como se locomover pela cidade:

Por bicicleta! Alugue uma City Bike, que é tipo uma bike do Itaú e tem por todos os cantos. O mínimo de tempo que você pode utilizar a bike é por 3 dias (o 3-day pass por 165 SEK ~ 16 euros). Se preferir, tem o Season Pass que custa 300 SEK (cerca de 30 euros). Você pode comprar em qualquer 7-Eleven (tem um a cada esquina) ou em seu proprio hotel.

Fonte: Visit Sweden

Fonte: Visit Sweden

Metrô: É super fácil andar de metrío por lá. Tudo é limpinho e bem intuitivo. O single ticket custa 36 SEK (cerca de 4 euros) e vale por 75 minutos na mesma zona. Você compra o ticket na lojinha Pressbyren dentro da própria estação de metrô.

Tram (ônibus): Também circulam por toda a cidade. Custam também 36 SEK. Se decidir comprar dentro do próprio tram, eles adicionam 8 SEK (cerca de 1 euro).

Evite taxis a todos os custos! São muito caros!

Gorjetas: Nunca sabemos se precisamos ou não dar gorjetas quando viajamos para o exterior. Se você gostar do serviço, dê no máximo 5-10% mas não é necessário! Se você achou o serviço razoável, adiciona a centena seguinte (por exemplo, 940 SEK viraria 1000 SEK). Nós percebemos que toda vez que dávamos gorjetas (para quem merecia, é claro!), eles ficavam super surpresos!

Água e pão: percebemos que não cobram o couvert nem a água em nenhum restaurante em Estocolmo. Adoramos isso!

Câmbio: Diferentemente de outros países, as taxas do aeroporto são iguais ou até melhores do que as do centro. Procure trocar tudo de uma vez por que todos os locais costumam cobrar uma comissão de 5 euros e são poucos lugares que aceitam euros.

Museus: Levar carteirinha de estudante – economia de 3-4 euros em museus!

Língua: Lá falam sueco, mas todo mundo fala inglês! É impressionante. Em geral, o povo é muito educado e extremamente prestativo.

Fika e kannelbulleO Kanelbulle é pãozinho feito com canela e cardamomo tipo cinnamon bun que é super comum aqui na Suécia, especialmente na hora de acompanhar o cafezinho no fika. O fika faz parte da tradição sueca – é mais do que somente tomar café. É o ato de realmente tomar o tempo de conversar com o próximo, uma pausa para bater papo sobre qualquer assunto. É muito comum ver vários coffeeshops espalhados pela cidade – e super cheios!

Kannelbulle de café da manhã do The Story Hotel

Kannelbulle de café da manhã do The Story Hotel

Kannelbulle do Il Caffe em Sodermalm

Kannelbulle do Il Caffe em Sodermalm

Resumo: Comendo e bebendo muito bem + fazendo turismo leve, gastamos em torno de 130 euros por dia, por pessoa.

RESTAURANTES + CAFÉS + LOJAS

BACKFICKEN AT THE OPERAHOUSE

Restaurante hip e pequeno dentro da casa de Ópera que serve pratos clássicos suecos. É uma alternativa “low key” para o restaurante chique Operakalleren que possui estrelas Michellin. O restaurante tem apenas 20 e poucos lugares em um balcão com algumas mesinhas ao redor. Nas paredes, fotos de cantores de ópera. Pedimos os famosos Swedish Meatballs, que vinham acompanhados por purê de batatas e lingonberries, uma espécie de amora. Uma delícia! Também pedimos o Ojeby toast, uma torrada com patê de crayfish com caviar por cima. Super fresco! Adoramos. Não parecia ter muitos turistas por lá. Adoramos a vibe e fomos recomendados a ir lá por uma amiga sueca.

Backficken

Backficken

Swedish meatballs com purê de batatas, lingonberries e pepino em conserva

Swedish meatballs com purê de batatas, lingonberries e pepino em conserva

Ojeby toast com ovas

Ojeby toast com ovas

OAXEN SLIP
Restaurante que fica na ilha de Djugarden com vista para o mar. A decoração segue a temática marítima, com barcos pendurados no teto e outros detalhes “marine-inspired”. O Oaxen Slip é o restaurante mais casual do grupo, já o Oaxen Krog é considerado o mais fine-dining e já até foi premiado com uma estrela Michelin. Adoramos a nossa experiência lá! Comemos super bem – king crab, deep fried pork e um brownie com sorvete de caramelo e flor de sal de comer de joelhos!
Oaxen Slip

Oaxen Slip

Nosso jantar :)

Nosso jantar :)

King crab legs

King crab legs

Deep fried pork com maçã e um molhinho surreal de bom!

Deep fried pork com maçã e um molhinho surreal de bom!

Melhor sobremesa do mundo: brownie com salt fudge ice cream (tipo caramelo com flor de sal) - muito bom!!!

Melhor sobremesa do mundo: brownie com salt fudge ice cream (tipo caramelo com flor de sal) – muito bom!!! 

RICHE
Restaurante/bar francês fundado em 1896 que fica em Ostermalm –  coincidentemente do lado do nosso hotel! O lugar é super bonito e frequentado por todos os tipos de tribos. Como é de se esperar, a gastronomia francesa predomina mas alguns pratos possuem influência sueca. Não resistimos e pedimos dois clássicos da casa: steak tartar com raiz forte e moules frites! Ambos deliciosos! A casa também conta com uma carta extensa de vinhos. Vale dizer que fomos muito bem atendidos lá.
Steak tartar com raiz forte e ovo

Steak tartar com raiz forte e ovo

Moules frites

Moules frites

LISA ELMQVIST – OSTERMALM SALUHALL
Qualquer pessoa que já foi para Estocolmo irá te falar para ir para o famoso mercadão sueco, o Ostermalms Saluhall. Não tem como deixar de ir. Existem vários estabelecimentos, todos muito bem organizados e dos mais diversos produtos (queijos, carnes, peixes, doces, etc), mas fomos indicados por quase todo mundo a ir almocar no Lisa Elmqvist. A especialidade: frutos do mar. Pedimos dois pratos para dividir. O primeiro foi o Toast Skagen, uma espécie de patê com camarões frescos, maionese e bastante dill, servido na torrada com um pouquinho de manteiga e finalizado com ovas. O segundo foi o salmão curado servido com mostarda doce e torrada – surreal de bom! Tão fresco que derretia na boca. Parada obrigatória!
Lima Elmqvist

Lima Elmqvist

Salmão curado com mostarda doce e dill

Salmão curado com mostarda doce e dill

Toast Skagen

Toast Skagen

NYTORGET 6
Restaurante super agradável que fica em SoFo (apelido para o bairro de Sodermalm). Serve desde pratos mais típicos até pratos com influências do mediterrâneo. É o tipo de lugar que você pode tomar café da manhã, almoçar ou jantar. Fica ao lado do Urban Deli e de frente para um parque super bonitinho. A comida é deliciosa! O couvert foi um dos melhores que já comi, com um pão de abóbora feito na casa e uma manteiga dos deuses!
Salada de filé mignon com vinagrete de mostarda, mini ervilha torta, cebola roxa em conserva, tomate, cenoura, folhas verdes, couve flor e cogumelos.

Salada de filé mignon com vinagrete de mostarda, mini ervilha torta, cebola roxa em conserva, tomate, cenoura, folhas verdes, couve flor e cogumelos.

Tartar de vitela com barbecue leve, alface, tomate, cebola, dijonaise e batata frita!

Tartar de vitela com barbecue leve, alface, tomate, cebola, dijonaise e batata frita (que não saiu na foto)!

O restaurante fica de frnete para essa praça linda, toda florida!

O restaurante fica de frnete para essa praça linda, toda florida!

URBAN DELI
Um mix de mercado, deli, bar e restaurante que fica no coração de Sodermalm. O terraço é disputado a tapa, com vista privilegiada para a rua e o parque. Tem um som gostoso que toca no fundo e o serviço é ótimo. A comida é bem gostosa também. Recomendo ir lá para um almoço enquanto estiver conhecendo o bairro. Não deixe de passar no mercado depois.
Urban Deli

Urban Deli

Steak tartar à moda sueca, com picles, beterraba, dijon e cheiro verde. E batatinha, é claro!

Steak tartar à moda sueca, com picles, beterraba, dijon e cheiro verde. E batatinha, é claro!

Vista para essa praça - olha o pessoal curtindo o "verão", e a gente com frio!

Vista para essa praça – olha o pessoal curtindo o “verão”, e a gente com frio!

MEATBALLS FOR THE PEOPLE
Não fomos nesse restaurante pois não estava aberto quando estávamos lá mas ouvimos falar tão bem! É dos mesmos donos do Nytorget 6 e também fica em Sodermalm. Como o nome diz, serve almondegas – mas não só qualquer tipo de almondegas…almondegas de todos os tipos…orgânicas, de peru, de veado, de tudo que você pode imaginar. São tão boas que aparentemente esgotam em questão de minutos. Vale a pena dar uma conferida para um almoço rápido entre as comprinhas.
Dentro do Meatballs for the People (foto tirada por uma amiga)

Dentro do Meatballs for the People (foto tirada por uma amiga)

Um dos pratos de meatballs que pode se pedir lá (foto tirada por uma amiga)

Um dos pratos de meatballs que pode se pedir lá (foto tirada por uma amiga)

CAFÉ STRING
Esse café é conhecido mais pelo ambiente do que pelo café servido. Você acredita que tudo, absolutamento TUDO do lugar está a venda? Desde o sofá, às poltronas e decoração, até as xícaras de café! Tudo é bem no estilo retrô, meio maluco mesmo. O Café String também fica no bairro de Södermalm
Café String em Södermalm

Café String em Södermalm

GRANDPA
Nos encantamos por essa loja… Já havia ouvido falar muito dela! Antigamente, vendia apenas roupas para homens mas o sucesso foi tanto que hoje em dia vende além de roupas para ambos os sexos, acessórios como bolsas, bijoux e até coisas para a casa. A loja é linda, toda bem organizada com o visual merchandising nota mil. Vale muita a pena dar uma espiada! Fica do lado do Il Caffe.
Grandpa: loja multimarcas mas com muitas marcas suecas que vende roupas, acessórios e aertigos para casa. Super legal! Vale dar uma passada para quem estiver por SoFo!

Grandpa: loja multimarcas mas com muitas marcas suecas que vende roupas, acessórios e aertigos para casa. Super legal! Vale dar uma passada para quem estiver por Södermalm.

Dentro da loja

Dentro da loja

Amei o visual merchandising!

Amei o visual merchandising!

Olha que graça essa lojinha X fofa no bairro...me apaixonei!

Olha que graça essa lojinha X fofa no bairro…me apaixonei!

Acho que deu para perceber o quanto amamos essa cidade. Fiz um guia extenso de passeios e especialmente de restaurantes/cafés, então se alguém estiver com planos de ir para Estocolmo e quiser o documento, é só nos pedir!!! E, para não esquecer dos suecos, que nos acolherem tão bem, compramos kilos e kilos de Daim, O MELHOR CHOCOLATE DO MUNDO!

Pra matar as saudades da Suécia! <3

Pra matar as saudades da Suécia! <3

Obrigada Estocolmo!

IMG_0206

 

Deixe seu comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

' .